Basquete: Diretor revela que há “grande possibilidade” de fim da parceria entre Vitória e Universo

Marcelo Falcão revela que contrato de jogadores e comissão técnica não foram renovados. Equipe de basquete chegou aos playoffs nesta temporada, mas foi eliminada na primeira rodada

Time de basquete Vitoria

Como se imaginava, a parceria no basquete entre o Vitória e a Universo está perto do fim. O coordenador da equipe, Marcelo Falcão, recebeu da direção da faculdade a ordem de não renovar os contratos da comissão técnica e dos jogadores, que se encerram no final deste mês.

“Não é o fim do projeto, mas é um forte indicativo de que podemos tomar outro rumo, seja em Uberlândia, Brasília, ou ficar aqui, mas sem o Vitória”, disse Falcão.

 O Vitória deve R$ 280 mil à Universo. Na renovação da parceria, no ano passado, o Leão se comprometeu a repassar R$ 35 mil por dez meses para ajudar a equipe.

“Fomos terceiro lugar no NBB em 2017 e precisávamos reforçar a equipe para continuar com resultados expressivos. O Vitória topou bancar 10% (R$ 350 mil) do projeto”, explicou Falcão.

Segundo o coordenador, o Vitória, ainda sob gestão de Agenor Gordilho, fez dois repasses e nada mais. O não pagamento seguiu na gestão de Ricardo David, que apresentou uma proposta para quitar a dívida em parcelas.

“O Vitória parou de cumprir, mas a Universo teve que honrar o compromisso em dia. Imagine o transtorno que isso causou administrativamente à instituição. Foi um desgaste muito grande”, disse Falcão.

Mais desgaste

Segundo ele, o desgaste foi além do financeiro: “A gente recebia muito carinho do Vitória, coisa que não temos sentido dessa gestão. No ano passado, por exemplo, concentramos no clube antes de todos os jogos importantes. Dessa vez, solicitei duas vezes e recebi dois ‘não’. E a gente só solicita quando o time de futebol não vai usar, porque obviamente a prioridade é do futebol”.

Falcão destacou o retorno da parceria: “O custo do Vitória é muito pequeno, 10% do projeto. Sabe o que mais me chateia? Porque hoje temos o projeto esportivo do Norte/Nordeste de maior visibilidade nacional. Foram 21 transmissões nacionais no ano passado. Quantos jogos o SporTV passa por ano do futebol do Vitória?”.

Em 2017, o Universo/Vitória teve 15 jogos transmitidos no SporTV, dois na Band (TV aberta), dois no Facebook e dois no Twitter.

Segundo o coordenador, o Vitória só teve uma reunião com a Universo para tratar da renovação. “Foi um encontro superficial, sem propostas. Pelo que foi dito, não poderiam manter o repasse. No lugar, o Vitória colocaria o seu marketing para captar recursos, mas sem assumir custos”, disse.

Por meio da assessoria, o Vitória disse não ter recebido nada oficial da Universo, e que aguarda o término das avaliações internas da instituição, como lhe foi solicitado, para iniciar as negociações. O Leão reafirmou que tem total interesse na renovação da parceria.

Fonte: Correio*