A seleção do Campeonato Baiano tem equilíbrio entre Bahia, Vitória e Juazeirense

Bahia colocou quatro jogadores, enquanto rivais, três cada; com Neilton eleito craque do Campeonato Baiano, Leão domina prêmios individuais

Campeonato Baiano 2018

O campeão Bahia foi quem mais colocou jogadores na seleção dos melhores do Campeonato Baiano de 2018. O Esquadrão teve quatro atletas, em todos os setores do campo. O Vitória, vice-campeão, emplacou três.

O Leão, porém, foi quem brilhou sozinho nos prêmios individuais. O rubro-negro teve o atacante Neilton como craque e artilheiro do estadual, com sete gols. O meia Nickson, revelado na base do clube, foi eleito a revelação do campeonato, e o gol mais bonito foi o de Denílson, marcado do meio-campo, no triunfo por 3×0 sobre o Bahia de Feira, dia 4 de fevereiro, no Barradão.

O Bahia teve o lateral-direito Nino Paraíba, o zagueiro Tiago, o meia Zé Rafael e o atacante Edigar Junio entre os 11. Já o Vitória teve os volantes Fillipe Soutto e Uillian Correia, além do atacante Neilton.

O interior também foi muito bem representado. Assim como o Vitória, a Juazeirense colocou três jogadores na seleção do estadual: o goleiro Tigre, o lateral-esquerdo Deca e o meia Bruno Matos. O zagueiro Paulo Paraíba e o técnico Quintino Barbosa foram os representantes do Bahia de Feira.

Sendo assim, a seleção do Campeonato Baiano tem: Tigre; Nino Paraíba, Tiago, Paulo Paraíba e Deca; Uillian Correia, Fillipe Soutto, Zé Rafael e Bruno Matos; Neilton e Edigar Junio. Técnico: Quintino Barbosa, o Barbosinha. O preparador físico eleito é Lucas Itaberaba, do Vitória.

Neilton Vitoria

A premiação aconteceu no início da tarde desta segunda-feira (9), em evento promovido pela Rede Bahia e pela Federação Bahiana de Futebol (FBF), na churrascaria Boi Preto.

Presidente da FBF, Ednaldo Rodrigues elogiou a edição deste ano: “Todo o campeonato foi muito bom, muito bem disputado. Exceto aquele episódio do Ba-Vi do dia 18 (de fevereiro). Ali foi um fato isolado e ficou muito claro isso. Houve a devida punição por parte dos tribunais e torcemos para que fatos como esse não se repitam. Os dois jogos finais foram emocionantes e o campeão foi dentro de campo, sem qualquer polêmica”.

O diretor executivo de televisão da Rede Bahia, João Gomes, também elogiou o torneio: “Foi um campeonato muito equilibrado. Lembre do início dele, em que os times do interior se alternaram na ponta da tabela. O que nós vimos, a despeito das dúvidas sobre a força do estadual, o que eu vi foi exatamente o contrário. O torcedor baiano foi aos estádios, vimos Fonte Nova e Barradão lotados. Outro dado que temos é a audiência na TV Bahia. Então o que temos é um estadual forte. Olhando para frente, diria que ele ganha força”.

O melhor árbitro do do Campeonato Baiano é Emerson Ricardo de Almeida Andrade, e os auxiliares, Elicarlos Franco de Oliveira e Marcos Welb Rocha de Amorim. O árbitro revelação é Luanderson Lima dos Santos. O time Fair Play é o Jequié. As melhores torcidas, Jegue de Ouro (Jacobina), Cancão de Fogo (Juazeirense) e ADJ (Jequié).

Fonte: Correio*